A Professora do Curso de Medicina da Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (ESA/UEA) e Pesquisadora da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Maria Paula Gomes Mourão, responde algumas perguntas frequentes acerca da vacina em combate à COVID-19.

1) A vacina é segura para idosos e grávidas?
– Para idosos, sim. Estão nos grupos prioritários. Em gestantes, puérperas e lactantes ainda não há estudos que comprovem segurança. Testes em animais não mostram risco. Ainda vamos aguardar a farmacovigilância para definir orientações para esse grupo.

2) Qual o tempo entre as doses?
– Entre 2 e 4 semanas (14 a 28 dias).

3) Por que não é recomendado tomar vacinas diferentes?
– Porque não há estudos avaliando a interação entre elas.

4) Qual a diferença entre as duas vacinas aprovadas?
– A “Coronavac” é feita com Coronavírus inativado. Tem eficácia média de 50% para não se adquirir a infecção, 78% para desenvolver forma branda da doença e 100% para não morrer por COVID-19. Foi testada em profissionais de saúde A vacina de Oxford é feita com um vetor viral recombinante (nesse caso um adenovírus enfraquecido). Tem eficácia média de 70% para não se adquirir a infecção. Ambas devem ser aplicadas em duas doses, com intervalo de 14 a 28 dias.

5) Depois de quanto tempo de tomar a vacina criamos a imunidade?
– A produção de anticorpos que garantem nossa imunidade começa desde a primeira dose. No entanto, só atingimos maior segurança após a dose de reforço. E mesmo assim, deveremos manter todas as medidas de prevenção até que boa parte da população esteja vacinada. Ainda temos um caminho a percorrer.

6) Criança até quantos anos não pode tomar?
– As vacinas para COVID-19 não foram testadas em menores de 18 anos, por esse motivo, não serão imunizados ainda pelo Plano Nacional (PNI).

7) Já existe um calendário de vacinação de COVID-19 para Manaus?
– Estamos aguardando que seja divulgado nos próximos dias.

8) A vacina foi feita com dados da Cepa do início de tudo. Ela pode servir para essa nova variante?
– Até o momento tudo indica que sim, mas o monitoramento é constante. Vale lembrar que as vacinas também podem ser adaptadas, se for necessário.

9) Quem está com COVID-19, pode vacinar?
– Quem está com o COVID-19 ou qualquer outra síndrome respiratória, precisa ficar bem antes de tomar a vacina. Recomenda-se a vacina após 4 semanas de recuperação da doença ou do teste do nariz positivo (se foi assintomático).

Texto: ASCOM/UEA.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *